" Sou o intervalo entre o que quero ser e o que os outros me fizeram "

quinta-feira, dezembro 02, 2004

Desbafo do momento

Não adianta mentir
A realidade é sempre a mesma
As escolhas são sempre as mesmas
E o fim, o fim...

Não me ouves?
Quem me consegue ouvir?
Demasiado para uma pessoa só...
Não percebes ninguém percebe
E o fim nunca mais chega...