" Sou o intervalo entre o que quero ser e o que os outros me fizeram "

domingo, dezembro 19, 2004

Sono...

Tomara ter sono
Tomara adormecer
Hibernar e não acordar,
Não mais despertar...
Esperar pacientemente,
Esperar por ti enquanto sonho connosco...
Com as pálpebras teimosamente fechadas até sentir o teu cheiro, até sentir a tua respiração no meu pescoço, até sentir a tua boca...
Espero pelo fim do inverno,
Espero pelo fim da espera,
Anseio libertar-me deste inferno,
Desta luta contra o tempo.
Cada segundo prolongando-se na eternidade
Inquieta o meu espírito,
Reaviva na memória o sofrimento;
A sempre presente saudade...